Como ajudar uma pessoa a parar de beber?

Como ajudar uma pessoa a parar de beber

Se você está lendo este artigo e chegou até o nosso site é porque o título te chamou a atenção. E é bem provável que você precise de orientação e quer saber como ajudar uma pessoa a parar de beber. Se este for o seu caso, continue lendo, pois o que vamos dizer aqui vai te interessar!

Ajudar um dependente de álcool a mudar seu comportamento não é simples, mas o primeiro passo pode ser dado com a compreensão, o apoio e a disposição de fazê-lo refletir e, junto com ele, encontrar um caminho.

Tenha a consciência de que mesmo com muito esforço e dedicação, a mudança será um processo difícil, demorado e permeado de dúvidas e recaídas.

Por isso, além de auxiliar o indivíduo, é importante que haja um acompanhamento específico e dirigido para os amigos e familiares. Para que possam compreender a doença e seus desdobramentos. E, posteriormente, receber orientação adequada sobre a melhor forma de ajudar o outro e a si mesmo.

A dependência do álcool, ou simplesmente alcoolismo, é uma doença complexa caracterizada por uma série de sintomas, com destaque para a perda do controle do paciente perante o uso dessa substância.

Desta maneira, ao mesmo tempo em que ele enxerga os problemas decorrentes do uso e vê a necessidade de parar de beber, também apresenta motivações para continuar bebendo. É estranho, mas é assim que acontece.

Sendo assim, a possibilidade de ajudar dependerá do grau de dependência, da consciência dos problemas que seu hábito está causando e da relação de confiança estabelecida com a pessoa que oferece ajuda.

Como ajudar uma pessoa a parar de beber: dicas úteis

Como ajudar uma pessoa a parar de beber: dicas úteis

Agora, sem enrolação, vamos à algumas dicas práticas de como ajudar uma pessoa a parar de beber:

  1. Escolha o momento adequado para conversar, em que a pessoa esteja sóbria, ambos estejam calmos e em local que haja privacidade.

  2. Seja objetivo ao dizer que está preocupado com seu consumo. E que gostaria de auxiliá-lo a procurar ajuda, fundamentando com exemplos de situações negativas que ocorreram com ele em função do uso do álcool. Note que o simples fato de dizer que está preocupado e assegurar que pode contar com você no processo de busca por tratamento já é muito valioso.

  3. Trabalhe com a motivação para a mudança por meio de uma relação amiga, mas também firme, procurando ajudá-lo a reconhecer que pode ter desenvolvido uma doença e que as pessoas não esperam que ele vá conseguir parar de beber sozinho, incentivando a busca por tratamento.

  4. Procure demonstrar que, além do lado prazeroso, há o lado prejudicial desse comportamento, fazendo-o pesar os motivos que teria para continuar e os motivos para interromper o uso, com o objetivo de reforçar o desejo de mudar que o dependente em geral tem, mesmo que de forma inconsciente.

  5. Uma vez que a motivação para mudança pode oscilar constantemente, a ajuda precisa estar sempre disponível. Mantenha uma relação de troca, dê suporte e se informe sobre as opções de tratamento.

Observe que falamos bastante em tratamento. E esse tratamento deve ser feito pelas pessoas certas, no lugar certo. As pessoas certas estão no Grupo Recomeço!

Nós somos especialistas no combate ao alcoolismo e já ajudamos milhares de pessoas ao longo de 22 anos! Entre em contato conosco e saiba mais!