(15) 3100-0265 (11)93308-6265
Álcool e pressão alta: melhor tratamento

Álcool e pressão alta: melhor tratamento


A pressão arterial é a força que o sangue faz contra as paredes das artérias ao levar oxigênio e nutrientes para o corpo. Em nosso organismo, há mecanismos naturais que controlam a pressão, mas podem ser comprometidos conforme a idade, o histórico familiar e hábitos nocivos, sendo a ingestão de álcool um deles.

Continue lendo para saber como o alcoolismo pode causar a hipertensão e de que forma ela deve ser tratada.

 

Hipertensão

Também conhecida como pressão alta, caracteriza-se pelo excesso de esforço que o coração precisa fazer para circular o sangue. Durante a embriaguez, são liberadas dopamina e adrenalina, que elevam a pressão arterial, mas os efeitos do álcool também podem afetar a pressão a longo prazo. Veja a seguir como:

 

  • Estreitamento dos vasos sanguíneos

Uma dieta rica em gordura, o envelhecimento e doenças vasculares tendem a tornar as artérias mais estreitas, dificultando a passagem do sangue e elevando sua pressão sobre sobre os vasos.

Mesmo sem essas condições, o consumo do álcool sem moderação estimula o enrijecimento das artérias, tornando-as menos resistentes à pressão arterial.

 

  • Insuficiência renal

Os rins também são responsáveis pela pressão, regulando a quantidade de líquido no sangue. Quando falham em filtrá-lo, o sangue fica mais volumoso, fazendo uma pressão maior sobre as artérias.

O álcool está diretamente ligado à desregulação das funções dos rins. Suas toxinas os sobrecarregam, podendo causar insuficiência renal. E o inverso se aplica: assim como o mau funcionamento dos rins pode aumentar a pressão, a hipertensão também pode sobrecarregar os rins e causar insuficiência no órgão.

 

  • Obesidade

O sobrepeso e a obesidade estão associados à hipertensão. O álcool tem alto teor energético e pode contribuir para o ganho de peso, piorando ainda mais o quadro.

 

Como identificar a hipertensão?

Tontura, dores de cabeça, fraqueza e zumbido no ouvido podem ser sinais da hipertensão. A melhor forma de ter certeza é usando um aparelho apropriado para aferir a pressão, o que deve ser feito por um médico ou pela própria pessoa periodicamente.

Estando em repouso, o saudável é que a pressão esteja por volta de 12/8 mmHg. A partir de 14/9 mmHg, a pessoa apresenta hipertensão e deve tomar medidas para amenizar o quadro.

 

Como tratar?

Apesar de ser incurável, a hipertensão pode ser regulada com mudanças de hábitos, como prática de atividade física, alimentação saudável, consumo moderado de sal e de gordura e, nos casos mais graves, administração de remédios prescritos pelo médico.

Interromper o consumo do álcool está diretamente associado ao controle da pressão daqueles que bebem em excesso.

A hipertensão pode entupir a artéria cardíaca e causar infarto ou levar coágulos ao cérebro, o que pode resultar em um AVC. Muitos são os malefícios da dependência e alguns deles atingem diretamente o coração, um órgão essencial para a saúde humana.

 

No Grupo Recomeço, contamos com profissionais dispostos a ajudar quem lida com o alcoolismo a recuperar sua saúde. Entre em contato e venha conhecer nosso trabalho!

(11)93308-6265

Solicite um atendimento

Fale com nossos especialistas. Atendimento 24 horas para emergências e remoção.

Blog

Aceitamos Planos de Saúde

planos de saude
Este site usa cookies do Google para fornecer serviços e analisar tráfego.Saiba mais.