(11) 93308-6265
(15) 99135-9851
0800-878-3353 - Ligação Gratuita 24h - Clínica Particular

Clínica de Recuperação Feminina SP

Clínica de Recuperação Feminina SP Sabemos que além dos aspectos biológicos e físicos, mulheres e homens são diferentes uns dos outros.

Mulheres e homens diferem no pensar, no agir, têm preferências, aptidões e costumes diferentes. Independente de ser uma questão cultural, social ou religiosa, é fato que as diferenças existem.

No geral, as mulheres costumam cuidar mais da saúde do que os homens.

Dados do Ministério da Saúde apontaram que em 2017, 80 milhões de mulheres a mais que os homens foram à uma consulta médica aqui no Brasil. É uma diferença muito grande.

A mulher moderna tem se ocupado cada vez mais com atividades cotidianas.

Falando de uma mulher casada, além de cuidar da família, marido e filhos (se possuir), ainda existe a responsabilidade profissional fora de casa.

Muitas vezes torna-se difícil conciliar todas estas responsabilidades sem que a saúde seja afetada, principalmente se tratando da saúde mental.

Um estudo feito pelo professor e psicólogo britânico Daniel Freeman apontou que as mulheres têm 40% mais chances de desenvolver algum transtorno mental do que os homens. Estudo esse que mais tarde faria parte do seu livro “The Stressed Sex” (O Sexo Estressado), lançado em 2013, infelizmente não traduzido para o português.

Transtornos mentais em mulheres costumam ser uma das principais causas para começar a usar drogas ou exagerar na bebida alcoólica.

Além dos transtornos mentais, a dependência química prejudica a fertilidade da mulher, pois altera a produção regular de hormônios, assim, dificultando a ovulação.

Existe um número menor de dependentes químicas comparando com os homens, porém elas tornam-se dependentes mais rápido que os homens e, quando isso acontece, os problemas costumam ser mais complicados.

Um exemplo disso é que em muitos casos onde as mulheres estão totalmente entregues às drogas, vivem nas ruas e são alvos fáceis da violência.

Outro exemplo é que em algumas situações, mulheres dependentes químicas se prostituem para sustentar seu vício, expondo-se ao risco de contrair outras doenças e também à violência que já mencionamos antes.

Clínica de recuperação feminina em SP

Apesar de não ser uma tarefa fácil, o tratamento para a dependência química e alcoolismo é possível. E justamente por ser algo muito sério e delicado, a escolha por uma clínica de recuperação feminina deve ser feita de maneira consciente.

As opções para clínica de recuperação feminina em SP são muitas, mas o Grupo Recomeço possui um atendimento exclusivo para as pacientes femininas.

É mais comum entre as mulheres terem maior dificuldade  em procurar uma clínica de reabilitação para que possam tratar da doença, seja por vergonha ou falta de apoio da família, ou até mesmo de seu cônjuge. Este é um problema menos recorrente entre os homens.

Outro problema que acontece entre as mulheres, que as impedem de procurar uma clínica de recuperação, é quando têm filhos e ficam com medo de perder a guarda deles caso se submetam ao tratamento na clínica de reabilitação.

O Grupo Recomeço compreende que os motivos que podem levar uma mulher ao consumo de drogas e/ou bebidas alcoólicas são diferentes dos homens. Portanto a abordagem também deve ser diferenciada, principalmente falando do tratamento psicológico e terapêutico.

Se está procurando uma clínica de recuperação feminina em SP, entre em contato com o Grupo Recomeço, estaremos prontos para esclarecer todas as suas dúvidas e se assim desejar, agendaremos uma visita para que você possa nos conhecer mais de perto!

Estamos Online