Como ajudar um alcoólatra depressivo

Como ajudar um alcoólatra depressivo

O alcoolismo é um assunto bem abrangente. Trata-se de uma doença crônica que atinge cerca de 3% da população brasileira. E falando de pessoas alcoólatras, existem aqueles com comportamentos mais agressivos e outros que procuram se isolar e ficam depressivos. Neste artigo você irá aprender como ajudar um alcoólatra depressivo.

Alcoólatra depressivo

Note que estamos falando de uma pessoa com dois tipos de doenças. Alcoolismo e depressão. Na medicina essa situação é conhecida como comorbidade, onde uma doença está relacionada à outra.

Uma das primeiras coisas a serem feitas é entender qual das duas veio primeiro. Pois uma pode levar à outra. Uma pessoa depressiva pode se tornar alcoólatra e um alcoólatra pode se tornar depressivo.

Se o alcoólatra depressivo for alguém que faz parte do seu convívio, talvez seja mais fácil saber identificar se a depressão o levou ao alcoolismo ou vice-versa.

Identificar um alcoólatra é muito mais fácil do que identificar um depressivo. Tratando-se de um alcoólatra depressivo, identificar a depressão pode ser mais difícil ainda, pois pessoas sob efeito do álcool costumam ter comportamentos que não são comuns à sua personalidade, como, por exemplo, ficarem tristes e mais emotivas.

 Mas o problema é quando esses tipos de sentimentos se tornam constantes e mais duradouros do que o considerado normal e, principalmente, quando a pessoa não está mais sob o efeito do álcool.

Como o álcool age no cérebro

No primeiro momento em que a pessoa ingere o álcool, ele funciona como um estimulante. Algumas horas depois ele age diretamente no sistema nervoso central como um depressor. Fazendo assim com que a pessoa consuma novas doses da bebida para compensar o sentimentos de mau humor, angústia, tristeza, entre outros semelhantes.

Com a repetição desse processo, o indivíduo acaba ficando viciado pela substância e, consequente, se torna um alcoólatra, quando não existe mais o controle do consumo da bebida.

Formas de ajudar um alcoólatra depressivo

Uma das formas de ajudar um alcoólatra depressivo é  dialogando. Antes de mais nada, de conversar diretamente sobre o assunto, procure demonstrar o quanto você se importa com a pessoa e quer o seu bem. Muitas vezes o alcoólatra depressivo se encontra nessa situação por pensar que não tem importância para ninguém e que não tem utilidade para nada. Faça com que ele ou ela se sinta importante para você e para outras pessoas também. Procure evidenciar as qualidades que pessoa possui.

Procure conversar sempre quando a pessoa estiver sóbria e em local privado.

Quando for conversar, procure mais ouvir do que falar, se a pessoa estiver disposta a falar. Ouça tudo que ele ou ela tem a dizer com bastante atenção e procure não interromper.

 Sempre mantenha contato visual e procure imitar a mesma posição que a pessoa se encontra. Por exemplo, se ele ou ela estiver falando com você sentado e com os braços cruzados sobre uma mesa, procure também ficar nesta posição, pois isso demonstra que você está totalmente atento à conversa e conectado à pessoa.

Tenha muito cuidado com suas palavras e atitudes, pois um pequeno gesto ou uma simples palavra mal expressada pode prejudicar toda a relação entre você e o alcoólatra depressivo e agravar mais o problema.

Convença o alcoólatra depressivo a aceitar ajuda profissional e se ofereça a ajudar a procurar uma clínica adequada e deixe bem claro que ao fazer isso, ele ou ela irá se recuperar mais rápido e ter uma vida muito melhor, com mais saúde e felicidade.

O Grupo Recomeço possui profissionais qualificados para tratar transtornos mentais como o alcoolismo e a depressão. Estamos há mais de 20 anos ajudando a reabilitar vidas e tornando famílias mais unidas e felizes. 

Entre em contato conosco para nos conhecer melhor e teremos o prazer em esclarecer todas as suas dúvidas!