Como ajudar um alcoólatra que não quer ajuda?

Como ajudar um alcoólatra que não quer ajuda?

Se você não possui alguma pessoa em sua família que seja alcoólatra, provavelmente deve conhecer alguém que seja. E talvez saiba o quão difícil é ajudar um alcoólatra que não quer ajuda.

Uma pessoa dependente do álcool dificilmente reconhece sua situação como tal. Isso porque a aceitação social de pessoas que consomem bebidas alcoólicas é muito grande. 

Nesse post vamos falar como ajudar um alcoólatra que não quer ajuda. Qual deve ser o tratamento e a relação com pessoas que se encontram nessa situação. Continue a leitura para saber mais!

Beber socialmente x dependência alcoólica

A prática de consumir bebidas alcoólicas é muito comum entre a maioria das pessoas, tanto no Brasil quanto no restante do mundo. Muitas vezes é vista como um meio de socializar e confraternizar com familiares, amigos, colegas de trabalho ou da faculdade. E não há nada de errado nisso.

O problema está quando o consumo de bebida ultrapassa os limites e a pessoa começa a beber cada vez mais até se tornar um dependente alcoólico, ou alcoólatra, como você preferir chamar.

E o problema maior ainda é quando essa mesma pessoa não admite que se tornou dependente do álcool e pior, não aceita ajuda.

Para isso separamos algumas dicas de como ajudar um alcoólatra que não quer ajuda. Veja quais a são a seguir:

  • Dialogue: procure conversar com a pessoa em um momento em que ela esteja sóbria, onde ambos estejam tranquilos. Escolha um local reservado, onde haja privacidade. Inicie a conversa dizendo o quanto você se preocupa com ela e quer sempre seu bem. Entre no assunto de forma gradativa, procure deixar a pessoa o mais à vontade possível.
  • Respeite: Não somente durante o diálogo, mas em qualquer momento, sempre demonstre respeito pelo dependente alcoólico. Nunca faça julgamentos ou xingamentos, por mais que a pessoa possa te irritar. Lembre-se que o alcoolismo é uma doença e que o alcoólatra diz ou faz coisas que normalmente não faria caso não estivesse sobre efeito do álcool.
  • Repreenda: respeitar o alcoólatra não significa concordar com tudo que ele faça e o proteger de seus erros. De maneira respeitosa e paciente, mostre de maneira bem clara as consequências de seus atos.
  • Inclua-o em suas atividades: Se vai praticar um esporte, fazer uma caminhada, um passeio no shopping ou no parque, enfim, qualquer atividade que possa ser realizada em grupo ou em dupla pelo menos, convide a pessoa para ir com você. Normalmente um alcoólatra é rejeitado ou até mesmo se isola de atividades em grupo.
  • Estude sobre o assunto: além de conversar com o alcoólatra sobre as razões que o levaram a se tornar um dependente, estude sobre o assunto e procure o máximo de informações. Isso contribuirá para que você possa ser mais útil no auxílio do dependente alcoólico. Aqui mesmo no nosso site você pode encontrar bastante conteúdo sobre alcoolismo.
  • Incentive: Normalmente o alcoolista tem algum hobbie que pratica menos ou abandona totalmente quando se torna dependente do álcool. Incentive-o para continuar praticando algum hobbie que seja do seu agrado. Pois quanto mais se manter ocupado, menos tempo sobrará para a bebida.
  • Não se culpe: é comum que pais, filhos, cônjuges e outros familiares próximos ao alcoólatra se culpem por ele se tornar dependente do álcool. Em alguns casos estes familiares ficam doentes emocionalmente, desenvolvendo a chamada codependência. Lembre-se que você precisa estar bem emocionalmente e fisicamente para ajudar seu ente querido a livrar-se do alcoolismo.
  • Não desanime: quando você se propõe a ajudar um alcoólatra que não quer ajuda, é muito comum presenciar recaídas. Mas não desista da pessoa que você ama. Elogie os avanços, e ajude a pessoa a se reerguer quando ela tropeçar.

É claro que colocar tudo isso em prática não é fácil. Mas procure sempre demonstrar seu amor e preocupação quando for ajudar um alcoólatra que não quer ajuda. Seja perseverante, paciente e as chances dele ou dela aceitar ajuda aumentarão.

Caso precise de uma ajuda extra, entre em contato com o Grupo Recomeço e nós iremos te auxiliar a dar o próximo passo no que diz respeito a ajudar um alcoólatra que não quer ajuda.