(15) 3100-0265 (11)93308-6265
Quem bebe todo final de semana é alcoólatra?

Quem bebe todo final de semana é alcoólatra?


É do conhecimento de todos que o consumo exagerado de álcool não é bom para a saúde, mas ainda assim é algo muito estimulado na nossa sociedade, inclusive pela mídia, já que as propagandas de bebidas alcoólicas as apresentam como algo “descolado”, sempre associando o consumo a coisas positivas.

Além disso, o álcool é uma substância livremente comercializada e o seu consumo costuma ser visto como algo normal. Porém, se alguém bebe com muita frequência, em algum momento, pode ser tachado pelos amigos e familiares como uma pessoa propensa à dependência do álcool. Daí surge a questão: quem bebe todo fim de semana é alcoólatra?

Este artigo tratará do assunto, procurando esclarecer suas dúvidas. Leia atentamente até o fim!

 

Riscos à saúde

Apesar da glamourização do consumo de álcool no Brasil, o seu uso exagerado é o causador de inúmeros problemas, tanto para a saúde física e mental, quanto para o convívio com os familiares.

Muitas vezes, as pessoas que bebem aos fins de semana exageram na quantidade, pois encaram esse momento como um alívio do cotidiano corrido dos dias úteis. Nessas horas, elas querem relaxar, esquecer os problemas e acreditam que esse é um hábito inofensivo. No entanto, essa prática pode ser muito prejudicial à saúde, além de aumentar as chances do desenvolvimento de uma dependência.

Assim, é comum que a bebida seja ingerida apenas para que se cheguem aos efeitos causados pela embriaguez, como o relaxamento e a desinibição. Para que isso aconteça, geralmente se consome uma grande quantidade de álcool em um curto período.

Especialistas consideram essa maneira de ingerir bebidas alcoólicas um grande fator de risco para o desenvolvimento do alcoolismo e de outras doenças, pois, dessa maneira, a quantidade da substância ingerida para se chegar ao estado de embriaguez desejado pode ir aumentando gradativamente.

Além do risco de contrair o vício, que é uma doença crônica, o consumo exagerado de bebidas alcoólicas traz também o perigo do surgimento de outras doenças. Veja as principais:

 

·         Depressão

O álcool é considerado uma substância depressora do sistema nervoso central. Então a alegria causada pelo seu consumo é apenas momentânea e a ingestão exagerada e constante afeta o seu humor, podendo levar a um quadro depressivo.

 

·         Câncer

A organização Mundial da Saúde alerta que o surgimento de vários tipos de tumores pode estar diretamente relacionado ao consumo exagerado de álcool.

 

·         Obesidade

Estudos recentes demonstram que a ingestão recorrente de álcool está diretamente associada ao acúmulo de gordura corporal e ao aumento da circunferência da cintura.

 

·         Perda de memória

Outras pesquisas também demonstraram que muitos casos de demência têm como uma de suas origens o consumo exagerado de bebidas alcoólicas. A ingestão da substância não altera apenas o humor, mas todo o sistema nervoso central, causando danos em estruturas ligadas à memória.

 

·         Cirrose

Beber álcool de maneira exagerada sobrecarrega o fígado, que é o órgão responsável por metabolizar os nutrientes do que comemos e bebemos. Isso gera um acúmulo de gordura local, o que inicialmente começa com um quadro de esteatose o qual, se não for melhor tratado, tende a evoluir para uma cirrose, doença muito mais séria.

 

Sintomas

Pessoas dependentes de álcool apresentam alguns sintomas. É importante que você os observe. Assim poderá ter mais certeza se a pessoa realmente é alcoólatra ou não. Note que há uma diferença entre uso ocasional, uso abusivo e dependência.

Talvez seu você ou ente querido esteja abusando do álcool, mas não tenha ainda se tornado dependente. De qualquer forma, vale o alerta, pois o abuso cedo ou tarde se torna, em boa parte dos casos, dependência química. Por ora, fique atento aos sintomas do que já caracteriza doença:

 

  • Quantidade de consumo

Geralmente as pessoas escolhem beber durante o final de semana, pois isso é como um “refúgio” dos problemas cotidianos. Comece a observar a quantidade de consumo. Se ao longo do tempo ela for ficando maior, isso se chama tolerância e é sinal de que a dependência se instalou.

 

  • Consumo descontrolado

O alcoolismo se instala quando o indivíduo não consegue se controlar e bebe descontroladamente. Ele até começa alegando que beberá apenas uma lata, mas quando percebe, já bebeu dez. A pessoa não consegue parar.

 

  • Crises de abstinência

Para descobrir se uma pessoa se tornou alcoólatra consumindo álcool apenas aos sábados e domingos é bem simples: deixe de consumir álcool durante um final de semana. Se o indivíduo for dependente, ele não conseguirá se controlar e terá uma crise de abstinência. Você poderá notar que ele ficará mais irritado, agressivo e agitado. Tudo isso só vai passar quando ele consumir o álcool.

 

Se necessário, procure ajuda

Caso você perceba que está caminhando para a dependência alcoólica (ou já se encontra nessa situação), não tarde em buscar ajuda profissional, pois o alcoolismo é uma doença e precisa da intervenção de profissionais qualificados.

É muito importante que o atendimento seja realizado por uma equipe especializados e em locais como o Grupo Recomeço, onde você poderá receber o tratamento de que necessita para se reabilitar o mais rápido possível.

 

No Grupo Recomeço, os pacientes têm a oportunidade de fazer terapias individuais e em grupo, convivendo com outros que sofrem do mesmo problema e podendo encontrar apoio e compreensão entre aqueles que estão vivenciando a mesma luta.

Dessa maneira, podemos ser seus aliados nessa jornada da reabilitação. Entre em contato conosco para mais informações.

(11)93308-6265

Solicite um atendimento

Fale com nossos especialistas. Atendimento 24 horas para emergências e remoção.

Blog

Como lidar com filho alcoólatra?

Como lidar com filho alcoólatra?

Tirando raras exceções, os pais sempre querem o melhor para seus filhos. Mas independentemente do tipo de educação que recebem dos pais, às vezes

Aceitamos Planos de Saúde

planos de saude
Este site usa cookies do Google para fornecer serviços e analisar tráfego.Saiba mais.