Clínica de recuperação para dependentes químicos Unimed

Clínica de recuperação para dependentes químicos Unimed

É bem comum que as famílias que possuam convênio médico busquem por clínica de recuperação para dependentes químicos Unimed.

A dependência química é uma doença que afeta milhões de pessoas por todo o mundo, inclusive o Brasil. São mais de 3,5 milhões de usuários de drogas ilícitas somente em nosso país.

Claro que nem todo usuário de droga pode ser considerado um dependente químico. Mas digamos que está no caminho para tornar-se um. O que difere o dependente químico do usuário de drogas “casual” é justamente a quantidade excessiva e descontrolada que consome drogas.

Mas são poucos os que ficam no estágio de usuário “casual”. E quando menos esperam já se encontram dependentes químicos e as coisas se tornam muito mais difíceis de serem revertidas. Difíceis, mas não impossíveis.

Nesse momento que é a hora de procurar por uma clínica de recuperação para dependentes químicos Unimed.

A Confederação Nacional das Cooperativas Médicas, mais conhecida como Unimed, foi fundada em novembro de 1975 pelo Dr. Edmundo Castilho. É considerada a maior operadora de planos de saúde do Brasil e também a maior cooperativa de saúde do mundo.

A Unimed está presente em 83% do território nacional e possui 40% do mercado doméstico de planos de saúde.

Obviamente um grupo tão grande não deixaria de prestar serviços em uma clínica de recuperação para dependentes químicos Unimed.

 

Clínica de recuperação para dependentes químicos Unimed: o que você precisa saber para ter acesso a uma.

 

Possuir um convênio médico não é o suficiente para se conseguir tratamento em uma clínica de recuperação para dependentes químicos Unimed.

Se você já é um conveniado, deve observar se o plano escolhido no momento da contratação cobre esse tipo de serviço.

Pois não só a Unimed, mas praticamente qualquer outra empresa do mesmo segmento possui diversos planos e cada um desses planos possuem suas particularidades, como preços e tipos de coberturas e carências.

Geralmente não são todos os planos que cobrem despesas relacionadas a internação em clínica de recuperação para dependentes químicos.

Portanto, fique atento a esses detalhes. Observe o contrato do plano de saúde que você escolheu e verifique quais serviços possuem cobertura. Qualquer dúvida, entre em contato com o SAC.

Aqui em nosso blog temos um artigo explicando com mais detalhes quais são os procedimentos que você deve seguir antes de solicitar os serviços do convênio médico relacionados a internação na clínica de recuperação. Para lê-lo na íntegra, clique aqui.

Após verificar e confirmar que seu plano de saúde aceita clínica de recuperação para dependentes químicos Unimed, é hora de escolher a clínica que ocorrerá a internação. E sem dúvida o Grupo Recomeço será uma excelente escolha.

 

O Grupo Recomeço

 

O Grupo Recomeço possui mais de 20 anos de atuação no segmento de recuperação humana.

Nesse período já ajudamos milhares de dependentes químicos, alcoólatras e pacientes com outros tipos de transtornos mentais, como a depressão, por exemplo.

Nossos profissionais são devidamente treinados e capacitados para fornecer um tratamento adequado e seguro, cumprindo a nossa missão de cuidar e restaurar a vida do ser humano.

Falando da estrutura, nossas clínicas de reabilitação possuem um ambiente familiar e são especialmente desenvolvidas para proporcionar mais do que um ambiente confortável e seguro.

Cada detalhe é cuidadosamente pensado para oferecer aos nossos pacientes o melhor e mais eficaz tratamento de reabilitação.

Se está procurando uma clínica de recuperação para dependentes químicos Unimed, entre em contato agora com o Grupo Recomeço e iremos esclarecer todas as suas dúvidas.

Se desejar, você também pode agendar uma visita para nos conhecer pessoalmente. Será um prazer receber você!

Emergência 24hrs


Fale com nossos especialistas. Atendimento 24 horas para emergências e remoção.


(11) 93308-6265

Contato
1 Step 1
keyboard_arrow_leftPrevious
Nextkeyboard_arrow_right

Nosso Blog

Regulamentações

CNES
anvisa
MPF
BOMBEIROS
CFM